Agenda Cultural

Zunzunzum: Sensação de pertencimento

A partir de 10 de dezembro, a Globo exibirá aos domingos na TV aberta um programa que já está no ar na internet. Não se trata de antecipar para assinantes o conteúdo em uma plataforma de streaming, "Lazinho com você" é um projeto capitaneado pelo ator Lázaro Ramos e que contará com colaborações de anônimos de todo o Brasil. Em conferência no Youpix Con, na segunda (25), Lázaro e produtores do programa apresentaram o formato nascido de encontros do Globo Lab - laboratório de ideias da Globo - e da vontade do ator em ter um trabalho que promovesse encontros com gente de várias regiões do país. "Acreditava que para estar com as pessoas seria preciso o contato físico, abraçar, beijar, mas não é bem assim, aprendi que na internet as pessoas também se encontram", disse o ator. Lázaro explica que "o programa começa na rua, mas também acontece na casa do espectador". Para isso, a atração conta com uma plataforma onde é possível fazer 'upload' de diferentes conteúdos, divididos em cinco categorias: vídeo, imagem estática (foto, memes, ilustrações, entre outros), áudio, texto e experimentação - quando o conteúdo não se encaixar em nenhum dos quesitos. Dinamismo Partindo da ideia de que as pessoas consomem audiovisual onde querem e quando querem, o programa promete apresentar dinâmicas diferentes para veículos específicos. "Na TV, vamos dialogar com o público daquele horário, mas estaremos ao vivo na mesma hora na internet falando com mais gente", afirma o ator. O programa será entrecortado por conteúdos colaborativos oriundos de desafios lançados ao público. "A trilha sonora, por exemplo, vem da rede. É tanta música boa, que estamos fazendo clipes com elas", conta o Elisio Lopes, redator-final do "Lazinho com Você". A visibilidade não será o pagamento para expor a produção do colaborador, todo o material que for ao ar será remunerado. A moeda de troca é chamada de "colab". Nesta primeira temporada, um minuto de colaboração equivale a 2.000 colabs (R$ 2.000), que serão divididos entre os criadores que aparecerem naquele minuto. Os direitos autorais pertencerão à Globo por três meses e depois voltam para o produtor do conteúdo. Segundo Lopes, não há curadoria do que é postado, apenas o monitoramento do que pode infringir leis, como homofobia, por exemplo. O canal é aberto, o que significa que é possível fazer download dos conteúdos da internet. "Foram meses para entender a diferença entre interativo e colaborativo e ainda temos dificuldade de conseguir conteúdo sem revelar como será o programa", diz o redator. Lázaro faz questão de dizer que os nomes dos colaborares vão aparecer na TV, porque "a sensação de pertencimento é importante". Príncipe George está cansado das aulas antes de completar um mês indo à escola, segundo jornal britânico 41,5 Milhões de dólares. Foi o valor que a estrela de "Modern Family" Sofia Vergara embolsou neste ano, valor que fez com que a publicação americana Forbes a classificasse como a atriz mais bem paga de 2017 graças a seus contratos publicitários. "Ainda tenho sonhos eróticos com isso", brinca Madonna sobre conhecer o ex-presidente Obama Ator Emílio Dantas, que interpreta o personagem Rubinho em "A Força do Querer", torce por um final trágico para o traficante por quem Bibi (Juliana Paes) se apaixonou. Ele quer que a trama provoque uma reflexão sobre os problemas sociais e estruturais no País

#eusoumaster

x